EUA querem banir imigrantes ilegais criminosos

Washington, 29 jan (EFE).- A secretária de Segurança Nacional dos Estados Unidos, Janet Napolitano, expressou hoje sua vontade de expulsar do país os que chamou de estrangeiros criminosos e, para isso, revisará os programas de imigração em vigor.

EFE |

A revisão das políticas da ICE, agência de imigração e fiscalização aduaneira dos EUA, "soa como uma tarefa simples, mas nunca foi feita até agora", assinalou Napolitano perante um público composto por jornalistas e agentes veteranos do órgão.

A secretária de Segurança Nacional pretende melhorar a política de transmissão de dados entre os centros de detenção locais, estatais e federais, onde se calcula que estejam cerca de 450 mil criminosos que são, também, imigrantes ilegais.

O objetivo de Napolitano é que os oficiais federais de imigração saibam se um preso está no país de forma ilegal imediatamente após sua entrada em um centro de detenção.

Segundo dados do ICE, prisões de 26 condados do país já contam com sistemas capacitados para se comunicar instantaneamente com os serviços de imigração.

Richard Rocha, porta-voz do ICE, declarou hoje que a agência planeja expandir este sistema a todos os centros de detenção locais e estatais ao longo dos próximos quatro anos. EFE llb/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG