EUA prorrogam por 1 ano sanções à Síria

Washington, 8 mai (EFE).- Os Estados Unidos prorrogaram por um ano as sanções contra a Síria, devido a sérias preocupações por seu comportamento e suas atividades no mundo, indicou hoje o porta-voz interino do Departamento de Estado, Robert Wood.

EFE |

Esta renovação das sanções contra a Síria, que o presidente dos EUA, Barack Obama, emite mediante ordem executiva em uma notificação ao Congresso, é um procedimento rotineiro que se repete a cada ano por exigências do braço legislador.

"O presidente considerou que era necessário adotar estas medidas.

Estas não são novas sanções. E ainda há algumas preocupações muito sérias sobre o comportamento e as atividades da Síria no mundo", explicou Wood em sua entrevista coletiva diária.

Os Estados Unidos não escondem que persistem diferenças entre os dois Governos, entre elas o suposto apoio da Síria a grupos terroristas e seu papel pouco construtivo no Iraque.

As sanções foram impostas pela primeira vez em 2004, por considerar a Síria um Estado patrocinador do terrorismo. Foram estendidas em 2006 e endurecidas no ano seguinte.

A renovação das sanções acontece no momento em que o Governo americano inicia um diálogo diplomático direto com Damasco. EFE cae/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG