EUA prometem a árabes transparência nas relações com Irã

Cairo, 5 mai (EFE).- O secretário de Defesa dos Estados Unidos, Robert Gates, afirmou hoje que a Casa Branca será transparente em um eventual diálogo com o Irã e rejeitou a ideia de que esses contatos possam minar sua relação com aliados no Oriente Médio.

EFE |

Gates reiterou esse compromisso em declarações à imprensa depois de se reunir hoje no Cairo com o presidente do Egito, Hosni Mubarak, no começo de uma viagem que também o levará à Arábia Saudita.

"A nossos amigos do Oriente Médio, dissemos que os EUA serão abertos e transparentes sobre esses contatos, para que ninguém fique surpreendido", disse Gates em coletiva de imprensa no palácio presidencial egípcio.

O Governo Barack Obama deixou claro que quer incluir o Irã em suas políticas de aproximação à região, apesar da hostilidade demonstrada pelo Governo de Teerã em relação à Casa Branca.

Porém, esses futuros contatos despertam certos receios em países como Egito e Arábia Saudita, cujos Governos se queixaram da crescente interferência do Irã em assuntos políticos do mundo árabe, ao que não pertence.

Gates afirmou que os EUA, em sua relação com o Irã, procuram que este país interrompa o desenvolvimento do programa de armas nucleares e "também conseguir que abandone seus esforços desestabilizadores na região".

O secretário de Defesa americano reiterou que os aliados americanos na região serão informados de qualquer aproximação com o Irã e explicou que, se houver diálogo, ele será "lento". EFE ag/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG