EUA prolongam contrato com empresa da Blackwater no Iraque

Washington, 2 set (EFE).- O Governo dos Estados Unidos prolongou temporariamente um contrato no Iraque com a Presidential Airways, uma filial da empresa de segurança privada Xe, antiga Blackwater, apesar de Bagdá não ter renovado a licença da companhia para operar no país.

EFE |

O porta-voz do Departamento de Estado americano, Ian Kelly, explicou hoje que o contrato teve que ser prolongado porque a DYNCorp International, que assumiria a partir de quinta-feira o contrato da Xe no Iraque, pediu mais tempo para o "revezamento" das tarefas de segurança por motivos logísticos.

O contrato diz respeito ao fornecimento de apoio aéreo aos diplomatas americanos no Iraque.

Kelly destacou que os EUA comunicaram o Iraque sobre esta medida.

O Departamento de Estado informou em janeiro à Xe que não renovará seu contrato para fazer a segurança de seu pessoal diplomático no Iraque.

Washington tomou esta decisão depois que o Iraque notificou à embaixada dos EUA em Bagdá que não renovaria a licença da então Blackwater para operar no país.

Em 2008, o Governo dos EUA renovou o contrato da Blackwater no Iraque apesar dos protestos locais e da polêmica suscitada após o massacre ocorrido em 16 de setembro de 2007.

Nesta data, um grupo de agentes da Blackwater atirou contra civis que estavam em uma praça de Bagdá, deixando 17 mortos e 27 feridos.

Em janeiro, cinco agentes envolvidos no incidente declararam não ter culpa por 14 casos de homicídio e 20 de tentativa de homicídio.

Atualmente, aguardam julgamento em Washington.

Um sexto agente se declarou culpado e está colaborando com o Departamento de Justiça.

Um acordo de segurança entre EUA e Iraque, que entrou em vigor em 1º de janeiro, estabelece que o Governo de Bagdá tem a autoridade para determinar quais empresas ocidentais podem operar no país. EFE cae/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG