EUA preveem fortalecimento do El Niño nos próximos dois meses

NOVA YORK (Reuters) - O Centro de Previsões Climáticas do governo dos Estados Unidos afirmou nesta quinta-feira que espera o fortalecimento do fenômeno El Niño nos próximos dois meses, mas os prognósticos variam quanto à força. O El Niño é causado pelo aquecimento das águas do Oceano Pacífico e este ano já provocou seca na Austrália e o atraso das monções na Índia.

Reuters |

As atuais condições climáticas e os modelos de previsão indicam o desenvolvimento contínuo do El Niño, com intensidade de fraca a moderada, no outono do hemisfério norte em 2009. Há a probabilidade de um El Niño no mínimo moderado no inverno setentrional, destacou em relatório o Serviço Nacional de Meteorologia dos EUA.

O fortalecimento do El Niño nas próximas semanas é sinalizado pelos recentes ventos ocidentais no Pacífico equatorial, o que pode provocar mais aquecimento na região centro e centro-leste do Pacífico equatorial nos próximos dois meses, de acordo com o departamento meteorológico da Administração Nacional da Atmosfera Oceânica, dos EUA.

Embora os efeitos do El Niño possam ajudar a suprimir a atividade de furacões no oceano Atlântico, o fenômeno também pode provocar outras variações no clima que causam destruição em lavouras, infraestrutura, portos e minas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG