Por Ross Colvin e Sue Pleming WASHINGTON (Reuters) - As forças dos Estados Unidos e seus aliados no Afeganistão irão lançar neste ano uma nova operação militar para assumir o controle total de Kandahar, antiga capital do Taliban, disse uma fonte oficial norte-americana nesta sexta-feira.

O principal comandante dos EUA no Afeganistão, general Stanley McChrystal, já havia sinalizado sua intenção de focar Kandahar depois de uma ofensiva, agora em sua terceira semana, para retomar do Taliban o controle de Marjah, na vizinha província de Helmand.

"Se nossa meta geral para 2010 no Afeganistão é reverter o impulso (do Taliban) (...), então achamos que temos de chegar a Kandahar neste ano", disse a fonte de primeiro escalão do governo Obama, pedindo anonimato.

Ao longo do último ano, militantes conseguiram avanços notáveis na região em torno de Kandahar, berço do movimento Taliban. O recluso dirigente do grupo, mulá Omar, governou o Afeganistão a partir dali até que seu regime fosse derrubado, depois da invasão norte-americana do fim de 2001.

Em sua avaliação sobre a guerra em agosto, McChrystal descreveu a cidade como "objetivo geográfico chave" da facção Queta Shura, a principal do Taliban, dirigida pelo mulá Omar.

A fonte oficial estava apresentando uma avaliação sobre a ofensiva em Marjah, o que o governo Obama vê como um preparativo importante para a batalha potencialmente mais dura pelo controle de Kandahar, a segundo maior cidade afegã.

(Reportagem adicional de Caren Bohan e Adam Entous)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.