EUA preocupados com sentenças contra manifestantes no Tibete

Os Estados Unidos afirmaram nesta quarta-feira estar preocupados com a informação de que a China condenou 30 pessoas a períodos de três anos de cadeia à prisão perpétua por participação nos distúrbios do mês passado no Tibete.

AFP |

"Assistimos a informação. Estamos preocupados. Não acreditamos que ninguém deva desobedecere as leis, mas também acreditamos na liberdade de expressão e de reunião", disse a porta-voz da Casa Branca, Dana Perino.

A China anunciou na terça-feira as primeiras condenações pelos distúrbios de março em Lhasa e pediu ao Dalai Lama que aproveita a oferta de diálogo.

"Nos parece estimulante o fato de que os chineses digam que desejam dialogar com os representantes do Dalai Lama. Esperamos que as conversações sejam produtivas", disse Perino.

Os distúrbios de Lhasa deixaram 19 mortos, segundo Pequim, e 203 vítimas fatais, segundo o governo tibetano no exílio.

lal/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG