EUA prendem 21 supostos terroristas em operações contra Al Qaeda no Iraque

Bagdá, 25 mai (EFE).- Os militares americanos detiveram neste final de semana 21 supostos terroristas em várias operações contra membros da Al Qaeda no Iraque, informou hoje o comando militar dos Estados Unidos em comunicado.

EFE |

Segundo a cúpula militar, uma célula terrorista foi desmantelada neste sábado com a detenção de quatro homens, três dos quais estavam sendo procurados por envolvimento em vários ataques em Bagdá. A fonte militar, no entanto, não revelou o local onde foram efetuadas as prisões.

Um dos detidos, segundo os EUA, também está vinculado diretamente com os líderes da Al Qaeda no país.

Por outro lado, outras sete pessoas foram detidas hoje, e dois arsenais de armas foram localizados em duas operações contra a rede terrorista em Bagdá.

Graças à informação conseguida em uma operação no dia 7, militares americanos também prenderam outra pessoa em Tikrit, a 160 quilômetros da capital iraquiana, que tem vínculos com os dirigentes da Al Qaeda no vale do rio Tigre.

No mesmo vale, mas mais ao norte, os EUA capturaram outro indivíduo suspeito de pertencer a uma célula da organização terrorista na região, enquanto outra pessoa foi presa em Sharqat, 90 quilômetros ao sul de Mossul, cidade situada a 440 quilômetros ao norte de Bagdá.

Nesta região, os soldados americanos, juntamente com tropas iraquianas, localizaram e prenderam hoje um homem acusado de facilitar o deslocamento de terroristas estrangeiros pelo interior do país, além de outras seis pessoas. EFE ah/wr/fb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG