EUA podem iniciar negociações com talebans

NOVA YORK - Os Estados Unidos estão considerando decididamente a possibilidade de negociar com alguns talebans, diante de sua incapacidade de frear a insurgência no Afeganistão e nas regiões fronteiriças do Paquistão, informa hoje o diário The Wall Street Journal.

EFE |

A idéia conta com o respaldo do próprio general David Petraeus, que a partir da próxima sexta-feira será o comandante para todas as forças americanas em uma zona que abrange tanto o Iraque e o resto do Oriente Médio como o Paquistão, o Afeganistão e os países da Ásia Central.

"Os altos-funcionários da Casa Branca e altos comandantes militares" citados pelo jornal internacional com sede em Nova York apostam na possibilidade de estabelecer acordos com alguns dirigentes dos talebans, assim como ocorreu no Iraque com determinados grupos sunitas para tentar pôr fim à espiral de violência.

Os "funcionários anônimos" consultados pelo diário ressaltaram que as negociações seriam principalmente entre o Governo afegão e líderes tribais leais, por um lado, e dirigentes taleban de nível médio ou baixo, por outro, e que os EUA teriam apenas um papel secundário, em apoio às autoridades do Afeganistão.

"Nunca nos sentaríamos para negociar com o mulá Omar", disse um funcionário americano, em alusão ao líder do taleban que se encontra em paradeiro desconhecido desde a invasão do Afeganistão e a derrocada do regime taleban, dirigida pelos EUA, no final de 2001.

Conversas "menos extremistas"

O "Wall Street Journal" assinala que há algumas semanas Petraeus apoiou o início destas conversas com os elementos "menos extremistas" dos taleban.

O jornal lembra ainda que tanto o candidato democrata à presidência, Barack Obama, como o republicano, John McCain, fizeram propostas parecidas.

Também assinala que o Governo de Cabul, que conta com o respaldo dos EUA e dos outros países que contribuem para as forças internacionais no Afeganistão, está atualmente negociando na Arábia Saudita com pessoas aliadas aos talibãs.

Leia mais sobre Taleban

    Leia tudo sobre: taleban

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG