EUA podem enviar mais 30 mil soldados ao Afeganistão até junho

CABUL - Os Estados Unidos pretendem enviar entre 20 mil e 30 mil soldados ao Afeganistão até o fim do próximo semestre, disse neste sábado o chefe do Estado-Maior dos EUA, almirante Mike Mullen. Atualmente os EUA têm cerca de 31 mil soldados no Afeganistão, parte deles operando de modo independente e outros como integrantes da força de segurança da Otan, que totaliza 51 mil militares de vários países.

Reuters |

Os EUA já decidiram mandar cerca de 3.000 soldados em janeiro e outro contingente de 2.800 ainda no primeiro semestre de 2009, mas as autoridades haviam dito anteriormente que o número de militares extras chegaria a 20.000 apenas dentro de 12 a 18 meses, depois de aprovado pelo governo norte-americano.

"Cerca de 20.000 a 30.000 é o total do aumento em relação ao que temos agora. Não tenho um número exato", afirmou Mullen aos repórteres.

"Concordamos com a solicitação e portanto isso está claro para mim. Portanto, não é uma questão de 'se', mas de 'quando,'" disse ele. "Estamos buscando trazê-los aqui no primeiro trimestre, mas certamente por volta do fim do segundo trimestre, no máximo".

O general do Exército dos EUA David McKiernan pediu tropas extras para estancar a crescente insurgência do Taleban, especialmente no leste e no sul do Afeganistão.

O presidente eleito Barack Obama prometeu um novo foco no Afeganistão, onde as tropas lideradas pelos EUA derrubaram o governo do Taleban no final de 2001, depois dos atentados de 11 de setembro.

Leia mais sobre: Afeganistão

    Leia tudo sobre: afeganistão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG