O secretário de Defesa dos Estados Unidos, Robert Gates, assegurou neste domingo que, se a comunidade internacional permanecer unida, ainda há tempo para que as pressões sobre o Irã e as sanções tenham o efeito desejado.

Após uma reunião em Roma com o ministro da Defesa italiano, Ignazio La Russa, Gates tachou de "decepcionante" a resposta de Teerã à proposta do Ocidente para resolver as tensões derivadas do programa nuclear iraniano.

O secretário de Defesa dos EUA insistiu, no entanto, sobre a necessidade do trabalho conjunto.

"Todos podemos fazer mais", insistiu Gates, que alertou que "as pressões devem ser exercidas sobre o governo e não sobre o povo iraniano".

As declarações de Gates são feitas pouco depois de o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, ordenar o início do processo de enriquecimento de urânio a 20% .

Apesar do anúncio, Ahmadinejad deixou claro que a ordem não significa o fim das negociações nucleares com o Ocidente.

Leia mais sobre Irã

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.