EUA pedem que Israel aumente duração de trégua para facilitar ajuda

Washington, 8 jan (EFE).- Os Estados Unidos pediram hoje a Israel que aumente as três horas nas quais deixa de bombardear Gaza para permitir a entrada de ajuda através de um corredor humanitário, devido à terrível situação que vivida pela população na faixa.

EFE |

Enquanto a comunidade internacional trabalha em um cessar-fogo durável entre Israel e o grupo islamita Hamas, a secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, que ainda se encontra em Nova York, e seus colegas também tentam encontrar uma solução à crise humanitária no território palestino.

"Consideramos que (o corredor) deve ficar aberto por mais tempo.

Acreditamos que o número de horas deve ser ampliado. Isso é algo no qual trabalhamos com os israelenses e outros (países)", afirmou o porta-voz adjunto do Departamento de Estado, Robert Wood, em sua entrevista coletiva diária.

Israel concordou na quarta-feira em fazer uma "trégua humanitária" diária de três horas, para permitir, mediante a abertura de um corredor, o acesso e a distribuição de ajuda à população.

"Obviamente, consideramos que a situação humanitária é terrível.

Estamos muito preocupados com o que está acontecendo", assinalou o porta-voz.

A operação israelense, lançada em 27 de dezembro, deixou mais de 750 palestinos mortos e 3.125 feridos na Faixa de Gaza. EFE cae/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG