Cartum, 8 out (EFE).- O enviado especial dos Estados Unidos ao Sudão, Richard Williamson, que visita Cartum, pediu hoje às partes envolvidas no conflito de Darfur o fim da violência e a melhora da situação humanitária nessa região do oeste sudanês.

O americano fez o pedido em declarações à imprensa após se reunir com o assessor da Presidência sudanesa, Nafea Ali Nafea, e com o diretor-geral do Departamento de Segurança e Inteligência, Salah Abdullah, entre outros sudaneses.

Williamson ratificou a preocupação de seu país com os incidentes violentos ocorridos nas últimas semanas em Darfur, e que causaram a morte de mais de 30 pessoas e deixaram outras dezenas feridas.

Por outro lado, reconheceu que as autoridades de Cartum colaboraram para facilitar o desdobramento das forças de pacificação conjunta da ONU e da União Africana em Darfur (Unamid).

Ontem, representantes do Governo sudanês, da ONU e da União Africana (UA) pediram ,vem reunião realizada em Cartum, o aceleramento do desdobramento da Unamid em Darfur.

O conflito de Darfur se iniciou em janeiro de 2003 quando dois grupos rebeldes pegaram em armas contra o regime de Cartum em protesto pela deteriorada situação da província.

Desde então, cerca de 300 mil pessoas morreram e outros dois milhões e meio foram obrigadas a abandonar seus lares, segundo cálculos da ONU. EFE az/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.