EUA pedem assinatura de acordo para restituição de Zelaya em Honduras

Washington, 22 set (EFE).- O governo dos Estados Unidos pediu hoje para que os ânimos em Honduras se acalmem após o retorno a Tegucigalpa do presidente deposto do país centro-americano, Manuel Zelaya, e apelou aos envolvidos na crise hondurenha para que assinem o quanto antes o Acordo de San José, para restabelecer a ordem local.

EFE |

O porta-voz do Departamento de Estado norte-americano, Ian Kelly, ressaltou que para os EUA a melhor opção continua sendo a assinatura do documento proposto pelo líder da Costa Rica, Óscar Arias, mediador do impasse.

"Enfatizamos a necessidade de diálogo", disse Kelly, que lembrou que os Estados Unidos apoiam a missão da Organização dos Estados Americanos (OEA) e as ações do presidente Arias para resolver a crise.

Kelly pediu às partes para que "evitem qualquer ação que possa provocar violência em Honduras e acarretar riscos ou danos pessoais", após os registros de incidentes entre a polícia e simpatizantes de Zelaya, que se encontra na embaixada do Brasil em Tegucigalpa.

Além disso, lembrou a disposição da embaixada americana de proporcionar assistência aos diplomatas brasileiros, embora ainda haja discussão se essa ajuda seria em relação à ameaça de corte de água e fornecimento de comida à representação brasileira feita pelo governo hondurenho.

O governo dos Estados Unidos pediu também para que "seja respeitada a inviolabilidade da embaixada do Brasil em Tegucigalpa e das pessoas que ali estão", segundo a Convenção de Viena, que rege as relações diplomáticas.

Kelly reconheceu que a situação é "muito tensa", mas assinalou: "Continuamos acreditando que o acordo de San José é a melhor saída (...) Como disse o presidente Arias, não há um plano B neste momento", disse.

O Acordo de San José estabelece, entre outros pontos, a restituição condicionada de Zelaya no poder, a criação de um governo de reconciliação e anistia política para os envolvidos no conflito.

EFE elv/id

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG