EUA pedem a Zelaya paciência no diálogo com golpistas

Washington, 14 jul (EFE).- O Governo dos Estados Unidos recomendou hoje ao presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya, que tenha paciência e dê uma oportunidade ao diálogo com o Governo Roberto Micheletti, que conta com mediação do líder costarriquenho, Óscar Arias.

EFE |

"Todas as partes nas conversas devem dar um tempo a esse processo. Não fixem nenhum prazo artificial. Não digam que se tal exigência não acontecer em uma certa data então o diálogo terá morrido", declarou Ian Kelly, porta-voz do Departamento de Estado, em coletiva de imprensa.

"Temos que dar a esse processo uma oportunidade e apoiar o que o presidente Arias está fazendo", completou.

O Governo dos EUA reagiu assim ao ultimato dado na segunda-feira por Zelaya ao regime golpista para que o restitua na Presidência de Honduras.

"Devemos dar uma oportunidade ao presidente Arias. A próxima rodada de conversas está prevista para 18 de julho, este sábado", de acordo com a convocação anunciada hoje pelo presidente costarriquenho e Prêmio Nobel da Paz de 1987.

O porta-voz lembrou que a secretária de Estado americana, Hillary Clinton, apoia decididamente o processo de mediação liderado por Arias. EFE cai/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG