Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

EUA pedem a Morales para proteger instalações de ONG ocupada por cocaleiros

La Paz, 3 set (EFE) - A Embaixada dos Estados Unidos anunciou hoje que protestará formalmente perante o Governo da Bolívia se não proteger as instalações de uma ONG financiada pela agência de cooperação americana, a Usaid, que foram ocupadas por cocaleiros da região de Chapare (Cochabamba, centro).

EFE |

Em comunicado, a delegação diplomática americana adverte ao Governo boliviano de que "incorrerá em violação de suas obrigações internacionais" se não proteger o edifício e bens que a ONG ACDI/VOCA tem na localidade de Villa Tunari.

Cocaleiros de Chapare, reduto sindical do presidente boliviano, Evo Morales, ocuparam no domingo os escritórios desta organização - que administra programas da Usaid - com o objetivo de que seu prédio e mobília passem às mãos do município de Villa Tunari, pelo que fizeram um inventário dos equipamentos.

O dirigente sindical cocaleiro Julio Salazar justificou o que chamou de uma "transferência legal" porque, segundo disse, a ACDI/VOCA "já cumpriu seus projetos" na região.

"Os Estados Unidos esperam que o Governo da Bolívia cumpra suas responsabilidades sob os acordos internacionais de proporcionar a segurança jurídica e física adequada e necessária para o êxito de nossos programas conjuntos de cooperação", assinala a Embaixada em sua nota.

Caso contrário, os Estados Unidos "protestarão formalmente por estas ações irregulares, através dos meios diplomáticos perante o Governo da Bolívia", destaca o comunicado.

A embaixada dirigida por Philip Goldberg lembra que, em 2006, a Usaid e o Governo da Bolívia renovaram um acordo que permitia à ACDI/VOCA utilizar o edifício ocupado em Villa Tunari para implementar programas de desenvolvimento em benefício dos habitantes de Chapare.

Também explica que, ao concluir os programas desta ONG, o prédio seria transferido ao Governo da Bolívia, mas esses projetos não foram completados.

A ACDI/VOCA, segundo a embaixada, abandonou em junho as instalações de Villa Tunari "sob a ameaça de grupos dos movimentos sociais", após as violentas manifestações que setores afins a Morales realizaram esse mês frente à sede diplomática dos Estados Unidos em La Paz. EFE sam/db

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG