EUA pedem a Mianmar libertação de todos os presos políticos do país

Washington, 23 set (EFE).- Os Estados Unidos pediram hoje à Junta Militar de Mianmar (antiga Birmânia) que liberte todos os presos políticos do país, após sua decisão de libertar mais de nove mil presidiários.

EFE |

O porta-voz adjunto do Departamento de Estado Robert Wood avaliou a ação do regime birmanês e pediu "que todos os presos políticos sejam libertados, inclusive a ativista Aung San Suu Kyi", símbolo da luta do povo birmanês pela democracia.

"Esta decisão deveria ter sido tomada há mais tempo, mas é uma evolução favorável" disse Wood.

Após a soltura de milhares de presos, Wood fez um apelo para que a Junta Militar "leve o país rumo à democracia".

Segundo o jornal pró-Governo "Myanma Ahlin", a Junta Militar de Mianmar libertou 9.002 prisioneiros por bom comportamento, com vistas às eleições democráticas de 2010. EFE elv/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG