EUA pede à ONU que investigue ajuda nuclear norte-coreana à Síria

Os Estados Unidos fizeram um apelo ao órgão de controle nuclear da ONU para que investigue a suposta ajuda norte-coreana à Síria para construir um reator nuclear com fins militares, como afirmam fontes de inteligência do Pentágono, anunciou nesta quinta-feira um funcionário americano.

AFP |

O especialista em controle de armas dos Estados Unidos, John Rood, informou sobre a investigação de inteligência do Pentágono ao diretor da Agência Internacional de Energia Atômica (Aiea), Mohammed El Baradei, horas antes de ser apresentada ao Congresso americano nesta quinta-feira, disse à AFP a fonte, que pediu para não ser identificada.

Washington pode levar o caso ao Conselho de Segurança da ONU, continuou.

A Coréia do Norte ajudou secretamente a Síria a construir um reator nuclear capaz de produzir plutônio para fins militares, afirmou a Casa Branca nesta quinta-feira em um comunicado.

Por sua vez, o embaixador da Síria nos Estados Unidos, Imad Moustapha, chamou de "ridícula" a acusação, da qual foi notificado por funcionários do departamento de Estado.

"Vi fotos de satélites ridículas de uma construção no deserto sírio que afirmaram ser um reator nuclear. Disse que era absurdo e estúpido. Não havia sequer um guarda de segurança, nem uma simples cerca".

"Comecei por lembrá-los que, da última vez que altos responsáveis da administração americana foram ao Conselho de Segurança da ONU para dizer que tinham provas flagrantes de armas de destruição em massa, falavam das (nunca encontradas) armas de destruição em massa iraquianas", destacou Mustapha.

lc/ap/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG