EUA oferecem ajuda à China após terremoto

Washington, 14 abr (EFE).- O Governo americano se mostrou hoje disposto a ajudar a China a se recuperar do terremoto que atingiu a província de Qinghai (oeste) e que deixou pelo menos 400 mortos e dez mil feridos.

EFE |

Em comunicado, a secretária de Estado americana, Hillary Clinton, disse que o Governo Barack Obama está "preparado para ajudar" a China após a tragédia.

A chefe da diplomacia dos EUA transmitiu às pessoas que perderam parentes e amigos no tremor as condolências do Governo e de todos os americanos.

"Nossos pensamentos e orações acompanham os que ficaram feridos ou deslocados e todos os chineses nesse dia difícil", assinalou.

O terremoto, de magnitude 7,1 na escala Richter, derrubou casas, templos, postos de gasolina e postes elétricos, além de ter gerado deslizamentos de terra e cortado o fornecimento de energia em vários pontos da província.

A imprensa chinesa informou hoje que já houve pelo menos 18 réplicas do poderoso tremor, a mais forte de magnitude 6,3. EFE cai/R

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG