EUA negam ter problemas com presença de navios russos em Cuba

Washington, 15 dez (EFE).- Os Estados Unidos não têm nenhum problema fundamental com o fato de a Rússia ter relações militares com Cuba ou com o resto da América Latina, disse hoje o porta-voz adjunto do Departamento de Estado, Robert Wood.

EFE |

Navios de guerra russos atracarão esta semana em Cuba pela primeira vez desde a queda da União Soviética (1991), o que representa mais um passo na aproximação de Moscou com os países latino-americanos com os quais os EUA mantêm uma relação complicada.

"Não temos nenhum problema, nenhum problema fundamental com o fato de a Rússia ter relações militares com países do continente", assinalou o porta-voz em sua coletiva de imprensa diária.

"Temos uma agenda muito frutífera tentando ajudar a região, democratizá-la e levar prosperidade econômica a ela", frisou Wood, que insistiu que, em todo caso, "não há dúvidas sobre quem é o poder preponderante no continente".

Os navios de guerra russos atracarão no porto de Havana no próximo dia 19 de dezembro e permanecerão na ilha caribenha até 23 de dezembro, segundo o porta-voz da Marinha russa, Igor Digalo.

Entre outros atos, os marinheiros russos se reunirão com os da cubana e o prefeito da capital da ilha caribenha. EFE cai/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG