A Casa Branca afirmou nesta terça-feira que está estudando a informação iraniana sobre o suposto pouso obrigado em solo iraniano de um avião americao que transportava militares, que teriam sido interrogados e posteriormente liberados.

"Não temos nenhuma informação até o momento que nos leve a crer que isso seja correto", afirmou o porta-voz Gordon Jonhdroe.

A agência Fars informou que caças iranianos obrigaram um avião militar americano, que teria entrado ilegalmente em espaço aéreo do Irã procedente da Turauia, a aterrissar num aeroporto iraniano.

"O avião transportava cinco militares e três civis, que foram interrogados", acrescentou a Fars.

"Depois de um dia de interrogatórios, chegou-se à conclusão de que o avião não entrou no Irã intencionalmente e foi permitido que prosseguisse viagem rumo ao Afeganistão", concluiu a agência.

À princípio, os Estados Unidos negaram a informação proveniente do Irã.

sgh/cn/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.