Jerusalém - O Exército dos Estados Unidos intalaram na semana passada em um base militar do desserto israelense do Neguev um sistema de radares de alerta adiantado para detectar um eventual lançamento de mísseis a partir do Irã, informam hoje meios de imprensa locais.

O radar, que ainda não está operacional, dará ao Estado judeu alguns minutos extras com relação ao atual sistema de detecção para responder a um ataque do Irã com mísseis "terra-terra", diz o jornal "Ha'aretz".

O aparelho funcionará com dados captados por satélites americanos e será vinculado ao sistema de foguetes Arrow de defesa antimísseis, o que permitiria tentar frear o ataque.

O funcionamento do radar implicará a primeira presença com caráter permanente de pessoal de Exército americano em Israel, concretamente uma equipe de 120 pessoas.

Trata-se do mesmo sistema desdobrado há 2 anos no Japão, outro grande aliado dos EUA, para prevenir ataques norte-coreanos com mísseis. EFE ap/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.