EUA matam na Somália importante líder da Al Qaeda, diz TV

WASHINGTON - O terrorista Saleh Ali Nabhan, um importante líder da Al-Qaeda e um dos mais procurados pelo FBI, morreu em um ataque dos EUA na Somália, informou nesta segunda-feira o canal de TV ABC.

EFE |

AFP
Saleh Ali Nabhan, terrorista da Al-Qaeda,
em foto de arquivo da polícia do Quênia
Ali Nabhan era um dos suspeitos de participar dos ataques contra as embaixadas americanas em Quênia e Tanzânia em 1998, assim como de organizar o atentado à bomba em um complexo hoteleiro queniano em 2002.

A morte de Ali Nabhan, de 28 anos, não foi confirmada oficialmente pelas autoridades dos EUA, apesar de o canal ter assegurado que o corpo já está sob custódia americana.

Segundo a versão da "ABC", o terrorista morreu em um ataque protagonizado por helicópteros americanos contra um comboio que transportava agentes e material da Al-Qaeda ao sul da Somália.

No ataque, que foi seguido de perto por uma embarcação de guerra americana, morreram vários supostos terroristas que viajavam no comboio.

A cadeia "ABC" cita um relatório dos EUA que aponta Ali Nabhan como a máxima autoridade da Al-Qaeda na África Oriental, especialmente na Somália, onde dirigia campos de treinamento para terroristas estrangeiros.


Leia mais sobre Al-Qaeda

    Leia tudo sobre: al-qaedaeuasomália

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG