EUA listam mais 12 empresas ligadas ao traficante Juan Carlos Abadia

Washington - O Governo dos Estados Unidos incluiu hoje 12 empresas na lista de companhias ligadas ao traficante colombiano Juan Carlos Ramírez Abadia, conhecido como Chupeta e que foi detido no Brasil no ano passado.

EFE |

"Embora Abadia esteja detido, as ramificações de sua organização permanecem intactas na Colômbia e na Espanha", disse o diretor do escritório americano de controle de ativos estrangeiros, conhecido como Ofac (na sigla em inglês).

"O Ofac continua decidido a expor os últimos vestígios do império financeiro de Chupeta", acrescentou o funcionário.

"Cada uma das companhias indicadas hoje é controlada por pessoas já apontadas em agosto de 2007 como testas-de-ferro de Ramírez", informou o Departamento do Tesouro americano, que destacou o fato de dez dessas empresas estarem localizadas na Colômbia.

Uma das companhias incluídas na lista é a Difusión S.A.

Publicidad y Mercadeo, que presta consultoria, está sediada em Cali (capital do departamento de Valle del Cauca) e é controlada por Alfonso Barreira Ríos, Álvaro Enrique Barrera Ríos e Victoria Eugenia Barrera Ríos.

Outra empresa é a Arturo Quiñónez Ltda., que faz negócios em Cali como Restaurante Santa Colômbia e é controlada por Benedicto Quiñones, que por muito tempo trabalhou como contador para Ramírez, segundo o Governo dos Estados Unidos.

A Holanda S.A., também incluída na lista, é uma companhia de produtos veterinários em Cali controlada por Germán Rosero Angulo, identificado como "braço direito de Ramírez".

Outras duas companhias ficam na Espanha: a Valero y Asociados Gabinete Jurídico S.L., que funciona em Valência (cidade), e o Grupo Investidor Príncipe de Vergara S.L., que atua no mercado imobiliário.

    Leia tudo sobre: abadía

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG