EUA lançam projeto para difundir patrimônio cultural iraquiano

Washington, 16 out (EFE).- Os Estados Unidos lançaram hoje um projeto para preservar e promover o patrimônio cultural iraquiano, em um plano avaliado em US$ 14 milhões.

EFE |

A primeira-dama americana, Laura Bush, apresentou o programa na embaixada iraquiana em Washington, onde explicou que a iniciativa "beneficiará toda a humanidade, já que preservará locais históricos, maravilhas arqueológicas e objetos culturais que contam a história" do mundo.

O objetivo da iniciativa é ajudar os museus iraquianos e outras organizações culturais a "superar décadas de conflito e isolamento", assim como a recuperar o esplendor do legado cultural desse país.

"As organizações iraquianas de patrimônio cultural foram as melhores no Oriente Médio, mas restrições de viagem, recursos insuficientes e violência sob o regime de Saddam Hussein impediram que mantivessem sua excelência", lamentou Laura Bush.

Os EUA trabalham há cinco anos com o Iraque para recuperar o prestígio das instituições culturais no país e o Departamento de Estado investiu mais de US$ 3 milhões nestes esforços.

Para o novo projeto, de US$ 14 milhões, os EUA trabalharam estreitamente com o Executivo iraquiano para determinar as iniciativas que se beneficiarão dos fundos.

Entre as medidas incluídas no projeto estão melhorias nas condições de armazenamento dos acervos de museus, um programa de formação de profissionais de arqueologia e história, a criação de um instituto de conservação e a publicação de estudos periódicos. EFE cai/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG