Washington, 12 ago (EFE).- O Departamento de Estado americano emitiu hoje um novo alerta recomendando que todos os americanos saiam da Geórgia, devido aos bombardeios aéreos da Rússia na região.

No novo alerta, que substitui o emitido na sexta-feira passada, as autoridades americanas indicam que, apesar das declarações da Rússia, continuam as operações contra alvos civis e militares.

A situação de segurança na Geórgia é incerta e o Governo dos Estados Unidos organizou para amanhã uma terceira evacuação de americanos para a vizinha Armênia, afirma a nota.

Os americanos que não atenderem às advertências deveriam buscar um local seguro, reiterou o Departamento de Estado.

"Pedimos que os cidadãos americanos que permanecem na Geórgia, apesar deste e de outros alertas anteriores, que avaliem sua situação de segurança pessoal, tomem medidas adequadas para sua segurança e avaliem ir para um local seguro", recomendou o Governo.

Segundo números da agência, mais de 170 americanos saíram da Geórgia durante o fim de semana passado, em duas evacuações organizadas entre domingo e segunda-feira.

A Embaixada dos Estados Unidos em Tbilisi, capital da Geórgia, permanece aberta para serviços de emergência.

No entanto, o pessoal da embaixada não pode realizar viagens à parte ocidental da Geórgia, devido aos problemas de segurança.

O Corpo de Paz dos EUA transferiu ontem seus voluntários de forma temporária à Armênia, mas seu escritório em Tbilisi permanece aberto.

Em paralelo, o assessor de Segurança Nacional, Stephen Hadley, adiou de forma indefinida um encontro com os jornalistas previsto para hoje, devido à evolução do conflito armado entre a Geórgia e a Rússia. EFE mp/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.