confusas declarações iranianas sobre programa nuclear - Mundo - iG" /

EUA lamentam confusas declarações iranianas sobre programa nuclear

Munique (Alemanha), 6 fev (EFE).- O assessor em matéria de segurança do presidente americano, Barack Obama, o general Jim Jones, lamentou hoje as confusas declarações das autoridades do Irã perante as ofertas ocidentais para o desenvolvimento pacífico do programa nuclear iraniano.

EFE |

Jones se referiu assim às novas exigências feitas por ocasião da Conferência de Segurança de Munique (Alemanha) pelo ministro de Exteriores iraniano, Manouchehr Mottaki, para aceitar a oferta de enriquecer no exterior o urânio necessário para suas usinas experimentais.

Novas sanções e um maior isolamento devem ser a resposta caso Irã mantenha sua postura obstrucionista perante a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), disse o militar americano, que se mostrou favorável em "aumentar a pressão" contra Teerã.

Anteriormente, Mottaki criticou as ameaças de sanções contra seu país por seu polêmico programa nuclear e fez novas exigências para receber urânio enriquecido provenientes de outros países.

O compromisso proposto pela AIEA deve ser revisado, afirma Mottaki em entrevista publicada hoje pelo jornal "Süddetsche Zeitung" por ocasião da Conferência de Segurança de Munique da qual também participa.

O chefe da diplomacia de Teerã assegura que seu país só está disposto a exportar urânio levemente enriquecido se receber imediatamente em troca urânio altamente enriquecido para seus reatores experimentais.

"Deve haver uma sincronia temporal, ou seja, a troca deve acontecer simultaneamente", explica Mottaki ao jornal. O chanceler iraniano assegura que o combustível altamente enriquecido exigido será destinado a um reator que fabrica produtos para fins médicos.

Apesar de tudo e durante um encontro em Munique com o ministro de Exteriores sueco, Carl Bildt, Mottaki se mostrou confiante que seu país chegue a um acordo com o Ocidente para enriquecer no exterior o urânio necessário para seus reatores experimentais.

"A vontade política está aí", disse Mottaki, que pediu garantias "para ambas as partes". EFE jcb/sa

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG