Os menores de quatro anos não devem tomar xaropes ou antigripais vendidos sem receita médica, destacaram nesta terça-feira os laboratórios farmacêuticos dos Estados Unidos.

Este mudança voluntária, que aparecerá nas embalagens dos remédios citados, ocorre uma semana após as autoridades federais destacarem que não têm indicações suficientes sobre a eficácia destes medicamentos.

"Após consultar a FDA (agência federal que controla remédios e alimentos), os principais laboratórios decidiram, voluntariamente, acrescentar a advertência para a não utilização em menores de quatro anos", revelou o grupo de fabricantes de medicamentos e produtos controlados (CHPA, sigla em inglês).

Apesar da advertência, as bulas manterão as doses prescritas para crianças de quatro anos ou mais, destaca a CHPA.

Em janeiro de 2008, a FDA já havia advertido para o risco da aplicação destes medicamentos em crianças com menos de dois anos.

Os pediatras americanos, que defendem a retirada do mercado de todos os remédios sem receita para menores de seis anos, comemoraram a medida adotada hoje.

A FDA analisa há vários meses a eficiência de remédios vendidos sem receita médica para menores de 12 anos, mas só deve tomar uma decisão em um ano.

Entre os principais medicamentos afetados pela medida estão o Robitussin, o Triaminic e diferentes versões do Tylenol.

js/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.