EUA já têm 20 mortes por nova gripe H1N1

WASHINGTON (Reuters) - Autoridades sanitárias dos EUA já confirmaram 20 mortes por causa da nova gripe H1N1, e há mais de 11 mil casos suspeitos ou confirmados. Três novas mortes foram notificadas na quarta-feira nos EUA - duas em Nova York e uma em Connecticut.

Reuters |

O Centro de Prevenção e Controle de Doenças diz haver 11.054 casos suspeitos ou confirmados, mas que esse número representa apenas uma pequena fração do número real de contaminações, que seria da ordem de 100 mil pessoas nos EUA.

De acordo com o CDC, a epidemia é mais ativa nos Estados de Nova York, Alasca, Idaho, Washington e Oregon, mas declina no resto do país.

Em nível global, a Organização Mundial da Saúde diz haver mais de 19 mil casos confirmados em 64 países, com 117 mortes (cifra que não inclui as três novas vítimas dos EUA).

O Departamento de Saúde de Connecticut divulgou nota também dizendo que o número de casos confirmados em laboratório representa uma pequena fração do número real de casos, já que "muitas pessoas com sintomas brandos não procuram atendimento médico ou hospitalar, e sim se recuperam em casa".

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG