EUA investigarão possível sobrecarga de avião que caiu em Montana

WASHINGTON - As autoridades de transporte dos Estados Unidos afirmaram, nesta segunda-feira, que investigarão a possível sobrecarga do avião que caiu em Montana, matando 14 pessoas neste domingo.

EFE |


A Junta Nacional para a Segurança no Transporte (NTSB, na sigla em inglês), que divulgou diversos relatórios ao longo do dia sobre o acidente, disse que o monomotor transportava ontem 14 pessoas, mas provavelmente tinha capacidade para 11, incluindo os dois pilotos.

As vítimas, que partiram de Oroville (Califórnia), viajavam para Bozeman (Montana), em uma excursão para esquiar.

Do total de vítimas, sete eram adultos e sete crianças, segundo as autoridades, que inicialmente informaram que 17 pessoas tinham morrido.

A investigação do acidente, que ocorreu quando o avião se aproximava do aeroporto de Butte, em Montana, "levará algum tempo", afirmou Mark Rosenker, presidente interino da NTSB.

Ele explicou que a demora nas investigações se deve ao fato de o avião não ter uma caixa-preta - por não ser de voo comercial - e de "não haver sobreviventes para fornecer alguma informação adicional".

Assista à reportagem sobre o acidente:


Leia mais sobre acidente aéreo

    Leia tudo sobre: acidente aereoacidente aéreo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG