EUA investigam tecnológicas por violar concorrência

Washington, 3 jun (EFE).- O Departamento de Justiça dos Estados Unidos abriu uma investigação sobre a indústria tecnológica, com especial atenção a Google, Yahoo! e Apple, perante a suspeita de que possam ter pactuado não tentar contratar empregados entre eles, o que violaria a livre concorrência.

EFE |

Segundo informa hoje o "Washington Post" em seu site, a investigação está ainda no início e abrange de maneira ampla toda a indústria, embora esteja centrada no Google, em seu concorrente Yahoo! e na fabricante de dispositivos eletrônicos Apple.

As fontes citadas pelo diário assinalam que o Departamento de Justiça suspeita que existe um pacto entre essas empresas para não roubar empregados, o que representaria um ataque às normas da livre concorrência.

Nos últimos tempos, o Departamento de Justiça submeteu a uma intensa investigação as empresas tecnológicas, que com suas atividades em vários setores provocaram uma profunda transformação não só de sua indústria, mas também do setor de comunicação e publicidade.

Assim, foram revisados os vínculos que existem entre Google e Apple, assim como os acordos da primeira com a indústria editorial para a publicação de livros. EFE pgp/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG