EUA investigam casal por fazer sexo durante salto de paraquedas

Apesar de não haver nenhuma norma contra prática de sexo no ar, paraquedistas do 'Sexo Aéreo' podem ter infringido lei ao distrair piloto

EFE |

A Administração Federal de Aviação dos EUA investiga um casal que fez sexo durante um salto de paraquedas e acabou infringindo a lei, já que o gesto poderia ter distraído a atenção do piloto.

Reprodução
Imagem de vídeo mostra Alex Torres com Hope Howell durante salto de paraquedas em que fizeram sexo. Vídeo foi retirado do YouTube
Os protagonistas dessa insólita cena, que, além disso, foi gravada em vídeo e publicada no site YouTube, foram o canadense Alex Torres, instrutor de paraquedismo e ator pornô, e Hope Howell, sua companheira de trabalho na empresa Skydive Taft.

Quando o YouTube retirou o vídeo de sua página, milhares de usuários já tinham transformado o episódio em uma das cenas mais populares da semana na rede. A exposição foi tanta que o fato chegou ao conhecimento das autoridades americanas, que começaram a investigar o caso, informaram nesta quarta-feira os jornais locais.

Apesar de não haver nenhuma norma nos EUA que impeça a prática de sexo em avião particular e também no ar, os paraquedistas podem ter infringido a lei. Isso se as autoridades americanas levarem em consideração que o ato sexual, que começou no avião, distraiu o piloto.

Os ousados paraquedistas, que aparentemente estão orgulhosos por ter realizado tal experiência, garantiram que o chefe, que despediu Torres e deverá fazer o mesmo com Hope, estava ciente do episódio.

Apesar dos possíveis processos e demissões, o casal se mostrou muito satisfeito pelo sucesso de seu vídeo, batizado por eles mesmos como "Sexo Aéreo". Para o casal, o objetivo foi realizado, já que a cena despertou atenção do apresentador Howard Stern, famoso nos EUA por sua predileção por assuntos escandalosos. Stern já anunciou que levará o casal ao seu programa.

    Leia tudo sobre: euaparaquedismosexopornografiaparaquedas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG