Os Estados Unidos vão investir 1 bilhão de dólares para criar uma vacina contra a gripe suína e financiar estudos clínicos para testar sua eficiência, anunciou nesta sexta-feira a secretária de Saúde, Kathleen Sebelius.

O dinheiro virá de recursos existentes e será destinado à demanda de antígenos, o ingrediente da vacina a que, em circunstâncias favoráveis, um indivíduo é exposto, e que pode produzir uma resposta imunológica específica, com a formação de anticorpos específicos ou de linfócitos especificamente sensibilizados, ou ambos, destacou Sebelius, em comunicado.

"O governo dos Estados Unidos informará os resultados destes estudos clínicos à Organização Mundial de Saúde e à comunidade internacional para que outros países possam se beneficiar dos esforços americanos para determinar a dose necessária, a segurança e a efetividade" da vacina contra a gripe suína, acrescentou o Departamento de Saúde.

O surgimento da gripe suína foi detectado primeiro no México, mês passado, expandindo-se, no momento, a 40 países, contaminando mais de 11.000 pessoas e causando a morte, até esta sexta-feira de 86 infectados.

kdz/emm/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.