EUA informam que número de militares no Iraque já é menor que 50 mil

Exército atinge marca antes do prazo dado por Barack Obama, que se encerrava no fim do mês

iG São Paulo |

O Exército dos Estados Unidos informou nesta terça-feira que o número de soldados no Iraque está abaixo de 50 mil homens, pela primeira vez desde que a invasão começou, em 2003. Chegar a esse número era uma meta do governo Barack Obama e foi atingida antes do prazo, marcado para 31 de agosto.

"Atingimos nosso objetivo", disse o general Ray Odierno, dizendo que, neste momento, 49.700 soldados americanos estão no país. "Mas o mais importante é que continuamos comprometidos com o Iraque. O comprometimento só vai mudar".

De acordo com o plano de Obama, a partir de setembro as tropas americanas não vão mais conduzir missões de combate, mas, sim, se concentrar no treinamento das tropas iraquianas .

Odierno disse que o foco estará em auxiliar o desenvolvimento econômico, político, cultural e tecnológico do Iraque. A partir de setembro, a missão americana passará a ser conhecida como "Novo Amanhecer" e deve durar até a retirada total, prevista para o final de 2011.

O último batalhão de combate americano no Iraque, a Quarta Brigada Stryker da Segunda Divisão de Infantaria, deixou o país na semana passada . No entanto, 56 mil soldados ainda estavam no Iraque, número que agora passou para 49.700.

Com EFE e AP

    Leia tudo sobre: euaexércitoiraqueguerraobama

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG