EUA indicam que cerca de 400 talibãs morreram em dois meses e meio no Afeganistão

Pelo menos 400 talibãs morreram em dois meses e meio de uma ofensiva lançada pelas tropas norte-americanas e britânicas no sul do Afeganistão, afirmou nesta quarta-feira um alto oficial norte-americano.

AFP |

O coronel Peter Petronzio, comandante de infantaria da Marinha norte-americana no Afeganistão, analisava um registro de 400 mortos entre os insurgentes islâmicos elaborado pelo governador da província de Helmand, Gulam Mangal. "Tenho confiança, esses números são exatos", disse.

Os marines norte-americanos e as tropas britânicas, que combatem pela Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf) da Otan, situada principalmente em Helmand, lançaram uma grande ofensiva no final de abril no distrito de Garmser. A província de Helmand, que fica localizada na fronteira com o Paquistão, é um baluarte dos talibãs.

sak/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG