Os Estados Unidos acolheram com muita satisfação a decisão da França de retornar ao comando da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), que havia abandonado há 43 anos, revelou nesta quarta-feira o departamento de Defesa.

"Estamos encantados com o fato de que após 43 anos, a França esteja novamente em seu lugar na estrutura de comando da Aliança que contribuiu para criar", declarou o porta-voz do Pentágono Geoff Morrell.

O presidente Nicolas Sarkozy oficializou nesta quarta-feira o polêmico retorno da França ao comando militar integrado da Otan, mas reafirmando a independência de Paris em relação a Washington.

ddl/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.