EUA: FDA adverte contra quatro medicamentos para artrite

A Food and drug Administration (FDA, agência americana de medicamentos e produtos alimentícios) emitiu nesta quinta-feira uma severa advertência contra o consumo de medicamentos para tratar a artrite, devido aos graves efeitos colaterias causados.

AFP |

A artrite reumatóide é uma doença inflamatória auto-imune, e por isso os medicamentos Humira, Cimzia, Enbrel e Remicade atuam no paciente debilitando seu sistema imunológico para evitar que ele ataque o organismo .

Os laboratórios farmacêuticos responsáveis pela fabricação destes remédios alertam para o risco de que seus usuários contraiam infecções fúngicas pulmonares, informa a FDA em um comunicado.

Dos 240 casos de infecções denominadas histoplasmoses apontados pela FDA, pelo menos 12 resultaram na morte dos pacientes, indica a agência.

"Segundo a nova autoridade da FDA, requerimos uma modificação das notificações de advertência e uma avaliação dos riscos", disse Bob Rappaport, médico e funcionário da FDA.

O objetivo de uma medida como esta é fazer com que os médicos tenham mais cuidado, e pensem duas vezes para ter certeza de que os benefícios oferecidos por estes medicamentos são maiores que os riscos que eles trazem, acrescentou.

Os quatro medicamentos integram a categoria dos chamados anti-TNF alpha, e também são prescritos para tratar o mal de Crohn e algumas psoríases, uma espécie de dermatite crônica.

Os laboratórios que fabricam os remédios em questão são o belga UCB Pharma (Cimzia) e os americanos Habbott (Humira), Amgen (Enbrel) e Centocor (Remicade).

js/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG