EUA expressam preocupação a Moscou em relação à Geórgia

Washington expressou sua preocupação a Moscou em relação ao aumento do número de tropas na Geórgia, através dos canais apropriados, mas sem que o presidente George W. Bush tenha entrado em contato com Vladimir Putin, informou a Casa Branca nesta quinta-feira.

AFP |

"Estamos preocupados com as informações provenientes da região, e o Departamento de Estado expressou essas preocupações através dos canais apropriados", afirmou o porta-voz da Casa Branca, Tony Fratto.

Mas Bush não chegou a falar com Putin, disse Fratto à imprensa.

As agências russas, que citam o ministério da Defesa, informaram que tropas suplementares foram deslocadas para a região separatista da Abkházia, na Geórgia, apesar das objeções desta última e dos países ocidentais, que denunciam uma ameaça à soberania georgiana.

A Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), que já havia garantido à Geórgia que a integraria ao grupo em data ainda não definida, afirmou na quarta-feira que as últimas iniciativas da Rússia na Abkházia "aumentaram as tensões e minaram a integridade territorial da Geórgia".

lal/ap/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG