A Casa Branca se declarou nesta sexta-feira muito preocupada com a atividade do Hezbollah no Líbano e exortou Irã e Síria a deixarem de apoiar a organização radical xiita para tentar desestabilizar o país.

"Estamos muito preocupados com as recentes ações do Hezbollah. Pedimos que pare com suas tentativas de desafiar as decisões legais tomadas pelo governo democraticamente eleito do Líbano", disse o porta-voz Gordon Johndroe.

ok/jb/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.