EUA estudam retirar no Congresso polêmicos subsídios ao algodão

Washington, 9 mar (EFE).- O representante de Comércio Exterior dos Estados Unidos, Ron Kirk, disse hoje que irá ao Congresso para pedir a retirada dos subsídios ao algodão, no caso de sua equipe negociadora não conseguir evitar as sanções do Brasil a produtos americanos.

EFE |

A Organização Mundial do Comércio (OMC) autorizou o Brasil a impor represálias comerciais, no valor de US$ 829 milhões, aos EUA pela resistência americana em eliminar os subsídios à produção de algodão.

Em um ato no Clube Nacional da Imprensa, Kirk disse hoje que sua equipe está em contato semanal com o Governo brasileiro para encontrar uma forma de evitar as represálias.

"Se no final não conseguirmos fazer isso, trabalharemos com o Congresso para ver se podemos encontrar uma forma de cumprir" a ordem da OMC, explicou Kirk.

O secretário de Comércio americano, Gary Locke, discutiu o assunto hoje com o ministro de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge, durante uma visita a Brasília.

Locke não falou com a imprensa, mas Miguel Jorge afirmou que EUA e Brasil estão dispostos a negociar as sanções anunciadas. EFE cma/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG