WASHINGTON - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, comemorou nesta quinta-feira o que descreveu como a histórica votação no Senado que aprovou o projeto de lei sobre a reforma no sistema de saúde americano, que tem o objetivo de ampliar a cobertura médica a 30 milhões de americanos.

"Agora estamos finalmente prontos para cumprir com a promessa de uma reforma real, significativa, do seguro da saúde", disse Obama a jornalistas.

"Com a votação de hoje, estamos incrivelmente perto de converter a reforma do sistema de saúde em uma realidade neste país", acrescentou.

O presidente fez um discurso breve na Casa Branca pouco depois de o Senado aprovar o projeto de lei por 60 votos a favor e 39 contra. A Câmara de Representantes aprovou sua versão do projeto no mês passado.

Obama se referiu à iniciativa como "a legislação mais importante" desde a aprovação do sistema de seguridade social em 1930.

Insistiu, além disso, que a medida aprovada pelo Senado inclui os "termos mais rígidos da história" para frear os abusos da indústria de seguros.

Assegurou que depois da aprovação, os EUA estão muito próximos de conseguir que a cobertura médica seja acessível para a maioria dos cidadãos e expressou seu desejo de que 2010 seja "finalmente" o ano no qual se reformou o sistema de saúde do país.

Leia também:

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.