EUA esperam que sanções ao premier tire Tailândia da crise

Washington, 2 dez (EFE).- Os Estados Unidos esperam que a decisão do Tribunal Constitucional tailandês de dissolver o partido do primeiro-ministro Somchai Wongsawat e de inabilitar seus dirigentes leve a uma solução para a crise política que o país atravessa.

EFE |

O Governo considera a decisão do Tribunal Constitucional "um assunto interno da Tailândia", mas espera que "isso leve a uma solução para crise", disse hoje o porta-voz adjunto do Departamento de Estado, Robert Wood.

Segundo ele, os EUA estão seguindo "muito de perto" a situação na Tailândia para ver "como evolui tudo".

O Tribunal Constitucional tailandês dissolveu hoje o partido do primeiro-ministro do país, ao declará-lo culpado de fraude eleitoral, e desabilitou seus dirigentes por cinco anos. EFE cai/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG