EUA esperam avançar em diálogo sobre presos de Guantánamo

Washington, 29 abr (EFE).- Os Estados Unidos esperam avançar nas conversas com vários países para que recebam presos de Guantánamo quando o centro de detenção for fechado, disse hoje o porta-voz interino do Departamento de Estado, Robert Wood.

EFE |

Os EUA buscam aliados na Europa e em outros países para distribuir os 250 detidos que permanecem na base naval de Guantánamo (Cuba), depois que o presidente americano, Barack Obama, assinou no começo do ano um decreto para seu fechamento.

O porta-voz fez estas declarações no momento em que o procurador-geral americano, Eric Holder, está em viagem à Europa para pedir colaboração a nações como Alemanha e República Tcheca.

"Muitos países nos pediram para fechar Guantánamo. Eles nos disseram que querem ser parte da solução", disse Wood.

Por isso, expressou sua confiança de que haverá algum progresso nas conversas para convencer outros países a receber os prisioneiros.

"Esperamos que estes países sigam adiante e recebam alguns destes detidos", disse, após ressaltar que "é um trabalho que está em progresso". EFE elv/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG