EUA escolhem entre Obama e McCain

O democrata Barack Obama e o republicano John McCain se enfrentam nesta terça-feira num pleito histórico, no qual o senador negro, de 47 anos, chega como favorito ante um colega de 72 anos que conta com o fator surpresa, para se tornar presidente dos Estados Unidos.

AFP |

Os postos eleitorais estão abertos nos 50 estados do país para a eleição do 44º presidente americano, depois de uma campanha eleitoral de quase dois anos, a mais longa nos Estados Unidos.

Numerosos eleitores esperavam de pé diante de escolas e outros centros de votação em Washington e nos estados próximos de Maryland (leste) e Virgínia (leste), constataram jornalistas da AFP.

Obama, senador por Illinois (norte) que pode se tornar o primeiro negro a presidir os Estados Unidos, votou em Chicago, onde reside, junto com a esposa Michelle e as duas filhas.

McCain votou em Phoenix, Arizona (sul), acompanhado da esposa Cindy.

O senador Joe Biden, companheiro de chapa de Obama, votou em Delaware (leste), e a governadora do Alasca, que faz dobradinha com McCain viajou para seu estado no norte.

Os jornais americanos de hoje refletiram em suas manchetes a trascendência desta eleição, para a qual se espera uma afluência recorde de até 130 milhões de pessoas numa população total de 305 milhões.

No The Washington Post a manchete foi "O esforço final", enquanto The New York Times falou em "A campanha 08: mudanças radicais na política tradicional". Já The Wall Street Journal dedica sua primeira página aos grandes desafios do próximo presidente: "Os novos males econômicos torcerão o braço do vencedor (...). O próximo presidente será pressionado a tomar iniciativas imediatas".

De acordo com a tradição americana, duas aldeias de New Hampshire foram as primeiras a abrir simbolicamente suas urnas à meia-noite de terça-feira (05H00 GMT) para que seus 120 cidadãos dessem o pontapé inicial à votação que terminará de madrugada.

Em Dixville Notch e Hart's Location, os eleitores se inclinaram por Obama, comprovou o canal CNN em seu site.

Obama chega com vantagem de 7,5 pontos percentuais nas pesquisas em nível nacional e está na frente de McCain nos chamados estados-chave, segundo o site especializado realclearpolitics.com.

Em estados como na Flórida (sudeste), os eleitores de origem hispânica terão um grande peso na definição do novo presidente, devido a sua alta concentração nesses locais.

Nove milhões de pessoas desta minoria, a mais importante do país, constituída por 45 milhões de habitantes, estão habilitados a votar.

Os Estados Unidos também celebram hoje eleições legislativas parciais que, segundo as pesquisas, vão consolidar a maioria democrata no Congresso.

Os primeiros resultados podem começar a ser conhecidos por volta das 23H00 GMT, 21H00 de Brasília.

mr/ml/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG