EUA endurecem fortemente normas de emissão de chumbo no ar

A EPA, agência americana de proteção do meio ambiente, endureceu fortemente as normas de emissão de partículas de chumbo no ar, com base nas recomendações de seus assessores científicos, na primeira mudança em 30 anos, anunciou seu diretor em um comunicado.

AFP |

O novo limite é 10 vezes menor que o autorizado até então: 0,15 microgramas por metro cúbico de ar contra 1,5 microgramas (limite instituído em 1978), inferior ao limite de 0,2 microgramas recomendado pelos cientistas da EPA, indicou um comunicado da agência, divulgado em seu site.

"O ar que os Estados Unidos respiram hoje é mais limpo do que há uma geração atrás, e estas novas normas nos permitirão proteger as novas gerações de americanos contra as emissões nocivas de partículas de chumbo", declarou o administrador da agência federal, Stephen Johnson.

As emissões de chumbo diminuíram 97% nos Estados Unidos desde 1980, em grande parte graças à eliminação progressiva deste metal na gasolina.

js/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG