Washington, 20 ago (EFE).- Os Estados Unidos emitiram hoje sanções contra o colombiano José Cayetano Melo Perilla, traficante de drogas e importante contato financeiro da Frente 27 das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), ao inclui-lo na lista negra de pessoas que fornecem apoio material à guerrilha.

O Escritório para o Controle de Bens Estrangeiros (Ofac, na sigla em inglês) do Departamento do Tesouro americano acusa o colombiano, que mora na Costa Rica, de dar apoio material às atividades de tráfico de drogas das Farc e de atuar para ou em nome da guerrilha, considerada pelos Estados Unidos como uma organização terrorista.

O Departamento do Tesouro também emitiu sanções contra quatro empresas que Melo Perilla possui, controla ou dirige e que têm sede na Colômbia, na Costa Rica e na Venezuela, informou o Governo em comunicado.

O colombiano "é um narcotraficante e um importante contato financeiro da Frente 27 das Farc, dirigida por Luis Eduardo López Méndez, conhecido como "Efrén Arboleda", que responde ao chefe militar da guerrilha colombiana, Víctor Julio Suárez Rojas, conhecido como "Mono Jojoy" ou "Jorge Briceño Suárez".

O departamento incluiu os dois na lista em novembro de 2007 e em fevereiro de 2004, respectivamente.

A medida se baseia em uma lei que contempla sanções financeiras a pessoas ou organizações narcotraficantes, disse o Governo americano.

Estas sanções significam o congelamento de ativos que as pessoas designadas têm em companhias americanas e proíbem qualquer transação financeira ou comercial entre cidadãos ou empresas americanas com estes indivíduos. EFE cae/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.