Os Estados Unidos expressaram nesta quarta-feira sua confiança na democracia da Turquia, depois de o partido no poder ter escapado por pouco de ser interditado pela Corte Constitucional por enfraquecer a laicidade.

Washington também disse esperar que a Turquia continue a implementar reformas para poder aderir futuramente à União Européia (UE).

"Confiamos na Turquia, no povo turco e em sua democracia", declarou o porta-voz do departamento de Estado americano, Sean McCormack, depois de o Partido da Justiça e do Desenvolvimento (AKP), do primeiro-ministro Recep Tayyip Erdogan, ter escapado por pouco de ser cassado por assumir uma orientação mais islâmica.

pp/yw/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.