EUA e UE forçam Kosovo a permitir visita do presidente sérvio

Pristina, 17 abr (EFE).- O presidente da Sérvia, Boris Tadic, visitou hoje o histórico convento sérvio-ortodoxo de Decani no Kosovo, após Estados Unidos e União Europeia (UE) pressionarem o Governo de Pristina para dar seu sinal verde.

EFE |

Tadic foi recolhido na fronteira entre Kosovo e a Sérvia por um helicóptero da força internacional da Otan (KFOR) e lhe transferiram ao mosteiro para uma celebração por ocasião da Páscoa ortodoxa.

"Minha mensagem é uma mensagem de paz para sérvios, albaneses e todos os que vivem no Kosovo, nossa Sérvia", disse Tadic ao chegar ao mosteiro, construído no século 14 e considerado como um importante centro espiritual da Igreja Ortodoxa Sérvia.

Ontem, o Governo albano-kosovar do primeiro-ministro, Hashem Thaçi, tinha advertido Tadic que não permitirá sua visita, como o fez com outras três delegações sérvias, que não puderam entrar no país no passado recente.

As autoridades kosovares reivindicam que as delegações sérvias que queiram viajar para o Kosovo apresentem solicitações formais em Pristina, algo que Belgrado rejeita e alega que não reconhece a independência de sua província.

A imprensa kosovar assegura hoje que Thaçi teve que mudar de parecer sobre a visita de Tadic após receber "enorme pressão" de vários altos diplomatas, incluindo Javier Solana, alto comissário de Política Externa e Segurança Comum da UE, e o enviado americano, Daniel Fried.

O primeiro-ministro albano-kosovar, um ex-líder guerrilheiro, permitiu finalmente a visita ao considerar que se trata de uma viagem particular do presidente sérvio.

No entanto, Thaçi advertiu que se Tadic "fizer alguma declaração política que contradiga a Constituição do Kosovo, não poderá entrar mais no país, seja em missão particular ou oficial".

Até agora, a ex-província sérvia foi reconhecida por 56 países, incluindo a maioria das potências ocidentais e da UE, menos Rússia, China, Brasil e Espanha. EFE am-jk/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG