EUA e Rússia propõem resolução sobre Oriente Médio à ONU

Nações Unidas, 13 dez (EFE).- Estados Unidos e Rússia apresentaram hoje aos demais membros do Conselho de Segurança da ONU uma minuta de resolução no qual reconhecem os progressos conseguidos no processo de paz no Oriente Médio e fixam os princípios necessários para avançar.

EFE |

EUA e Rússia formam junto com a União Européia (UE) e a ONU o Quarteto para o Oriente Médio, que realizará sua última reunião de 2008, segunda-feira, na sede das Nações Unidas em Nova York.

Os membros do Conselho acolheram o texto com "uma reação positiva", segundo o embaixador americano na ONU, Zalmay Khalilza, que, no entanto, acrescentou que "precisará ver quais são as respostas concretas na segunda-feira".

Por sua parte, o embaixador da Rússia perante a ONU, Vitaly Churkin, insistiu ao respeito em que "é muito importante manter o impulso".

Churkin comentou que "por muito tempo o Conselho não pôde se pronunciar sobre nada relacionado com a situação ou o processo no Oriente Médio, portanto o que se disser através desta resolução não vai a ser uma conquista insignificante".

Enquanto isso, o embaixador da França perante a ONU, Jean Maurice Ripert, apontou após o encontro que a UE está "bastante satisfeito com o compromisso dos Estados Unidos e o apoio da Rússia para que o Conselho aprove uma resolução" sobre o Oriente Médio.

Na sua opinião, o texto "estabelece boas bases para um consenso sobre as quais deveria se basear a solução para o Oriente Médio neste momento tão importante para o futuro da Palestina e de Israel".

A reunião do Quarteto de segunda-feira será a última deste organismo com a atual secretária de Estado de EUA, Condoleezza Rice, que passará o cargo a Hillary Clinton em janeiro com a mudança de Administração em Washington. EFE mgl/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG