EUA e Rússia obtêm progresso em acordo sobre redução de arsenal nuclear, diz Hillary

A secretária de Estados americana, Hillary Clinton, afirmou nesta quinta-feira que os Estados Unidos e a Rússia obtiveram progresso substancial nas negociações para a reduação de seus arsenais nucleares.

iG São Paulo |

AP
Hillary encontra o chanceler russo, Sergey Lavrov

Hillary encontra o chanceler russo, Sergey Lavrov

Clinton falou em Moscou, onde desembarcou nesta quinta-feira para uma visita de 36 horas. Segundo ela, os dois países devem chegar a um acordo final em breve.

O ministro das Relações Exteriores, Sergey Lavrov, também mostrou-se "satisfeito" com os avanços obtidos. "Temos muitas razões para achar que estamos na última etapa e esperamos que os negociadores nos informem em breve sobre o fim de seus trabalhos", disse.

Há vários meses, Moscou e Washington realizam negociações em Genebra para acertar um novo tratado de desarmamento estratégico, que vai substituir o pacto chamado Start, cuja vigência expirou em 5 de dezembro do ano passado.

Embora as autoridades russas e americanas tenham declarado de maneira reiterada seu propósito de fechar o mais rápido possível os termos do novo tratado, os negociadores não conseguiram assinar um acordo.

A Rússia insiste que o novo tratado deve regular também o desenvolvimento dos sistemas de defesa antimísseis, enquanto que os EUA consideram que este é um tema que deve ser negociado separadamente.

Nesta semana, o presidente da Duma (Câmara dos Deputados da Rússia), Boris Grizlov, advertiu que o Legislativo não ratificará um tratado de desarmamento estratégico que não inclua o problema dos sistemas antimísseis.

No final de fevereiro, fontes russas e americanas anteciparam que o novo tratado poderia ser assinado antes da cúpula sobre segurança nuclear que será realizada em Washington nos dias 12 e 13 de abril.

Com AP, Reuters e EFE

Leia mais sobre Hillary Clinton

    Leia tudo sobre: eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG